domingo, 9 de agosto de 2020

Viagem ao Centro da Terra - Biblioteca RTP - Clássicos da Banda Desenhada

 

Biblioteca RTP - Clássicos da Banda Desenhada

Viagem ao Centro da Terra

Autor(es): Júlio Verne, Naunerle Farr (adaptação), Val Calaquian (desenhos) 
Editora: Editorial Pública
ISBN: n.d.
Data: 1986
Páginas: 62

Esta colecção foi editada em português pela Editorial Pública. 
Foram editados vários números de Clássicos Ilustrados da Pendulum Press, Inc (Estados Unidos da América) publicados de 1973 a 1981, por vários ilustradores, muito deles de origem filipina. Entre os vários ilustradores destacou-se Nestor Redondo, que na colecção ilustrou vinte livros.
Lista dos 28 títulos da colecção:
Os três mosqueteiros (Alexandre Dumas), Alex Nino e Naurnele Farr [1985]
Ben-Hur (Lewis Wallace), Nestor Redondo e Naurnele Farr [1985]
A máscara de ferro (Alexandre Dumas), Frank Redondo e Naurnele Farr [1985]
O cavalo preto (Ana Sewell) [1985]
A guerra dos mundos (H. G. Wells), Alex Nino e Naurnele Farr [1985]
Lobos do mar (Rudyard Kipling) [1985]
Ivanhoe (Walter Scott), Naurnele Farr [1985]
A volta ao mundo em 80 dias (Julio Verne), Frank Redondo e D'Ann Calhoun [1985]
Aventuras de Tom Saywer (Mark Twain), E. R. Cruz e Irwin Shapiro [1985]
O homem invisível (H. G. Wells), Alex Nino e Otto Binder [1985]
O cão dos Baskervilles (Arthur Conan Doyle), E. R. Cruz e John Howard Fargo [1985]
A ilha do tesouro (Robert Louis Stevenson), Nardo Cruz e John Howard Fargo [1985]
O prisioneiro de Zenda (Anthony Hope) [1985]
20.000 léguas submarinas (Julio Verne), Rommy Gamboa, Ernie Patricio e Otto Binder [1986]
Robinson Crusoé (Daniel Defoe) [1986]
Moby Dick (Herman Melville) [1986]
Oliver Twist (Charles Dickens) [1986]
Sherlock Holmes (Arthur Conan Doyle), Nestor Redondo e Nick Tall [1986]
Lorde Jim (Joseph Conrad) [1986]
Sob a bandeira da coragem (Stephen Crane) [1986]
As Viagens de Gulliver (Jonathan Swift) [1986]
Caninos Brancos (Jack London) [1986]
O Pimpinela Escarlate (Baronesa Orczy) [1986]
A Revolta Na Bounty (William Bligh) [1986]
O último moicano (J. Fenimore Cooper), Fred Carrilo e Naurnele Farr [1986]
O príncipe e o pobre (Mark Twain), E. R. Cruz e John Howard Fargo [1986]
Viagem ao Centro da Terra (Júlio Verne) [1986]
Horas extraordinárias (Edgar Allan Poe), Gerry Taloac, Nestor Redondo, Noly Zamora, E. R. Cruz e Naurnele Farr [1986]

quinta-feira, 2 de julho de 2020

Jonathan Cartland


Jonathan Cartland
Autor(es): Michel Blanc-Dumont (desenhos), Laurence Harlé (texto) 
Editora: Meribérica
ISBN: 9789724138923
Data: 198?
Páginas: 60


Jonathan Cartland é uma série desenhada por Michel Blanc-Dumont e escrita por Laurence Harlé. É também o nome do herói da série. Surgiu em 1974 na revista Lucky Luke, foi publicado em dez volumes até 1995. É um dos mais importantes westerns de banda desenhada contemporânea.

As aventuras de Jonathan Cartland ocorrem durante um período bastante curto, de 1854 a 1863, durante a conquista do oeste americano e descrevem as aventuras de um caçador imbuído de humanismo e próximo à população índia. A acção passa-se num oeste próximo da natureza que descreve a vida do século XIX no oeste selvagem. 

"Quando Laurence Harlé e eu criamos Cartland, tínhamos um desejo real de contar uma história próxima aos temas de filmes como Jeremiah Johnson ou Little Big Man, enquanto Gir começou nos anos sessenta, no auge de ouro do ocidente.É essa diferença na cultura que determinou nossas influências.As referências cinematográficas, literárias e iconográficas foram acrescentadas as preocupações do final dos anos setenta: guerra, ecologia, incompreensão racial e o choque de culturas. Mas o cinema ocidental é sempre um reflexo da época em que foi produzido. Raramente histórico. Não é por acaso que Little Big Man foi filmado durante a Guerra do Vietname". Michel Blanc-Dumont

sábado, 23 de maio de 2020

Capitão América Para Presidente


 
Ao ler no livro Capitão América, a Lenda Viva da Editora Levoir, a história Capitão América para Presidente lembrei-me que tinha também a mesma história na revista Almanaque do Capitão América da Editora Abril.
Fui então comparar as duas e é muito interessante ver as diferenças. Para além das cores e textos (traduções em português de Portugal e Brasil), verifica-se também pequenas alterações nos desenhos.







Aqui vemos a diferença nas cores e textos bem como no desenho. É interessante verificar que na edição da Editora Abril de Outubro de 1984, revista brasileira, o partido que convida o Capitão América para ser candidato a Presidente é o PNR, Partido Nacional Renovador.  Por curiosidade em Portugal é fundado em 2000 um partido com a mesma sigla e nome (PNR, Partido Nacional Renovador). No livro, edição da Editora Levoir de 2012, na tradução o partido tem a sigla NPP (Novo Partido do Povo).

                                 
 Aqui vemos diferenças no jornal, principalmente na foto do Capitão América

                                Aqui verificamos que o Fera passoou a segurar uma bandeira americana




terça-feira, 21 de abril de 2020

Mundo de Aventuras nº 416 - Mandrake


Mundo de Aventuras nº 416 - Mandrake
Mandrake:
"O Cobra Volta a Atacar" ("Mandrake's Gangster Gallery") by Lee Falk and Fred Fredericks, part 3. Note: strips from August 6, 1979 to January 19, 1980.
Outras bandas desenhadas na revista:
"O Médico da Aldeia", by Baptista Mendes and Carlos Baptista Mendes.

Editora: Aguiar e Dias Lda.
Distribuidora: Agência Portuguesa de Revistas
ISBN:
Data: 1 Outubro de 1981
Páginas: 32


A revista Mundo de Aventuras foi uma revista portuguesa de banda desenhada que começou a sua publicação em 18 de Agosto de 1949. Sairam ao todo 1841 números até ao dia 15 de Janeiro de 1987, data da última publicação.

O Mundo de Aventuras começou por ser uma revista com histórias em continuação, que publicava, na sua primeira fase, principalmente banda desenhada norte-americana.

O seu primeiro número iniciou com a publicação das séries Steve Canyon, Rip Kirby, Flash Gordon, Brick Bradford, Barney Baxter, Johnny Hazard e Alley Oop.
Começou também a publicação das histórias do João dos Mares, As aventuras de Dick e do Capitão Águia.
A revista teve diferentes fases: Duas séries de numeração. A primeira que durou até ao nº 1252, publicado em 20 de Setembro de 1973 e depois dessa data, houve uma nova renumeração da revista até ao seu final, que foi o número 589, publicado em 15 de Janeiro de 1987.

Versão digital da revista em CBR para download:

terça-feira, 3 de março de 2020

Astérix e os Godos


Astérix e os Godos
Autor(es): Albert Uderzo (desenhos), René Goscinny (texto) 
Editora: Edições ASA II, S.A.
ISBN: 9789724138923
Data: Maio 2018
Páginas: 48

Primeira publicação: Pilote nº 82 (18/05/1961)

Primeira edição em álbum (em França) : 1963

Astérix e os Godos é o terceiro álbum da série Astérix.
 Tal como todos os anos, Panoramix parte para a floresta dos Carnutes, para participar na grande assembleia dos druidas gauleses e participar no concurso do melhor druida do ano. Com a célebre poção mágica como sua invenção, Panoramix está certo de conseguir regressar à aldeia ganhando o cobiçado troféu do Menir de Ouro.

Entretanto ali perto, os Godos manifestam também grande interesse pelo concurso. Os bárbaros tencionam capturar o druida vencedor e utilizar a sua magia para invadirem a Gália e Roma. Conseguirá Panoramix escapar a esse grande perigo?

Curiosidade: Nesta aventura vemos pela primeira vez a cabana de Cacofonix, o bardo, no alto de uma árvore.

Outras aventuras de Astérix:
Astérix Entre os Pictos

segunda-feira, 2 de março de 2020

Astérix - A Foice de Ouro

Astérix - A Foice de Ouro
Autor(es): Albert Uderzo (desenhos), René Goscinny (texto) 
Editora: Meribérica/Liber Editores
ISBN: 9724503569
Data: Abril 2002
Páginas: 48


Astérix - A Foice de Ouro: O segundo álbum da série Astérix foi publicado pela primeira vez em (11/08/1960)
na revista Pilote nº 42. A primeira edição em álbum (em França) foi em 1962.

No ambiente tranquilo dos arredores da aldeia, ouve-se diversos palavrões proferidos pelo druida Panoramix. Contrariando a sua lendária calma e sensatez, o druida ao partir a sua foice de ouro explode efusivamente. Sem ela, perdem-se as propriedades mágicas do visco, e os nossos heróis ficam sem poção mágica.


Astérix e Obélix partem de imediato para Lutécia à procura de Amérix que, segundo o venerável druida da Aldeia, Panoramix, é o único fabricante de foices de qualidade. Mas Amérix está desaparecido! Sem a imprescindível foice de ouro, estarão os Irredutíveis Gauleses condenados a submeter-se ao jugo romano?

Outras aventuras de Astérix:
Astérix Entre os Pictos

domingo, 1 de março de 2020

Os Cinco e a Passagem Secreta

Os Cinco e a Passagem Secreta
Autor(es): Enid Blyton. Béja e Nataël
Editora: Oficina do Livro
ISBN: 9789896607586
Data: Fevereiro de 2020
Páginas: 32

Os Cinco e a Passagem Secreta é o segundo álbum da famosa série de Enid Blyton em banda desenhada.
A série Os Cinco (The “Fives” Books, no original e rebaptizada The Famous Five em 1951) da autoria da britânica Enid Blyton foi extremamente popular na Europa e também em Portugal. 
Devido ao sucesso da série, Enid Blyton, que inicialmente planeou escrever apenas 6 a 8 livros para esta série, prolongou a série para um conjunto de 21 volumes, tendo escrito muitas outras séries no mesmo formato, em que um grupo de crianças desvenda crimes.

Em 2017, a Hachette inicia esta nova série de banda desenhada dedicada a Os Cinco, adaptando os romances originais de Blyton. Intitulada Le Club des Cinq, conta com argumento do francês Nataël e desenhos do seu filho Béja, sendo este o 2º volume da série.