segunda-feira, 6 de julho de 2015

Mataram-no Duas Vezes - A Lei do Trabuco e do Punhal


Mataram-no Duas Vezes - A Lei do Trabuco e do Punhal
Autor(es): Pedro Massano (desenhos), Luís Avelar (texto)
Editora: Europress
ISBN: n.d.
Data: Dezembro de 1987
Páginas: 61




As pranchas deste álbum foram inicialmente publicadas em episódios no Suplemento do Diário de Notícias. A emistória das Beiras, a evocação, o rasto de João Brandão, baseado em rigorosa pesquisa historiográfica e no levantamento dos usos e costumes locais.


Pedro Massano (Manuel Pedro Dias Massano Santos), nasceu em Lisboa em 15 de Agosto de 1948 e residiu na região de Tomar, à beira do Rio Zêzere. Vários anos da sua juventude foram passados na ilha de S. Miguel nos Açores. Estudou Arquitectura na Escola Superior de Belas Artes de Lisboa ESBAL), embora sem completar o curso. Colaborou em variados periódicos e fanzines e foi durante anos, director do quinzenário "Eco Regional". Foi um dos autores pertencentes à equipa da "Visão" (onde chegou a assinar trabalhos simplesmente como "Pedro"). Recebeu homenagens nos Salões BD de Sobreda, Moura e Viseu.
Editou o livro "Como Fazer Banda Desenhada" e criou um álbum de cromos intitulado, "As Aventuras do Capitão Igloo". Em mini-álbuns, publicaram-se exemplos das suas séries "Os Passarinhos", "O Abutre" e "Dick Tetiv" (este último, editado pela Câmara Municipal de Moura). Os seus grandes triunfos iniciais foram os primeiros tomos das séries "Mataram-no Duas Vezes" ("A Lei do Trabuco e do Punhal") e "A Minhoca Tropicalda" ("Missão H...Órrível"), editados pela Europress.
Posteriormente, surgiram os dois primeiros tomos de "A Conquista de Lisboa. Para a editora francesa Glénat e com o argumento de Patrick Lizé, elaborou os dois primeiros tomos de uma prevista trilogia, "Le Deuil Impossible", sobre a vida de D. Sebastião I de Portugal. Colaborou nos colectivos "Uma Revolução Desenhada: o 25 de Abril e a BD" e "Salúquia" (este também editado pela Câmara Municipal de Moura). Mais recentemente, pela editora Gradiva, surge o belo álbum "A Batalha", narrando a épica Batalha de Aljubarrota.
Fonte da informação sobre Pedro Massano: BlogueDeBandaDesenhada

Sem comentários :

Enviar um comentário